,

KINO-DOC, NOVO CAPÍTULO: MISTURAS E MASTERIZAÇÕES DE SOM

Parceria entre o KINO-DOC e o Scratch Built Studio, nosso vizinho na Rua da Bempostinha, numa colaboração a nível de mistura e masterização de áudio.

 

O Scratch Built Studio herdou da Nacional Filmes material analógico de som para cinema, vídeo e televisão, parte do qual com valor histórico, como os microfones Neumann dos anos 60 utilizados em gravações de Amália e Carlos Paredes. Grande parte do tratamento acústico do espaço envolveu madeira e outros materiais reciclados.

 

A engenharia de som das sessões do KINO-DOC neste estúdio estará a cargo de Francisco Marujo, também músico a solo do projecto de electrónica ambiental Carga Aérea, que esteve no palco da ZDB no passado dia 13 de Abril. Foi nosso aluno em 2016/17, fez captação de som na rodagem do projecto de estágio desse ano lectivo e presentemente continua a colaborar com o nosso núcleo na criação de bandas sonoras e sonoplastia.

 

Este novo cenário permite um importante incremento de qualidade na pós-produção de som dos filmes desenvolvidos pelos alunos do KINO-DOC, que para além de assegurarem eles próprios parte do tratamento de som, através de conhecimentos adquiridos nas nossas aulas, garantem agora a mistura e masterização dos seus documentários por um jovem “sound designer” talentoso, que terá o acompanhamento de Nuno Morão, engenheiro de som residente do Scratch Built, e a assistência de Bruno Santos, aluno do Curso de Documentário KINO-DOC.

 

Ligações:

Scratch Built Studio

http://www.sabado.pt/vida/detalhe/um-estudio-para-gravar-como-no-tempo-do-vinil

Francisco Marujo

https://www.youtube.com/watch?v=ntMH90jBZNI