DIÁLOGO ENTRE FREDERICK WISEMAN E ERROL MORRIS

Imperdível a conversa entre dois dos maiores documentaristas vivos, Frederick Wiseman e Errol Morris, proporcionada recentemente pelo Lincoln Center. Aconteceu, como a maior parte dos encontros dos dias de hoje (nossas aulas em período de confinamento incluídas), por “streaming”.

O diálogo anda à volta do último documentário de Morris, “My Psychedelic Love Story”, sobre Joanna Harcourt-Smith, companheira nos anos 1970 do Sr. LSD, Timothy Leary, mas deriva para outros assuntos interessantes relacionados com o acto de fazer documentários e as obras dos dois autores. Em diálogo estão também duas abordagens distintas de cinema documental – o documentário observacional, de Wiseman, apesar de este não apreciar essa denominação, e o documentário de entrevista, praticado por Morris.

 

 

Trailer de “My Psychedelic Love Story”: